Mudanças no perfil dos estudantes de graduação de todo o Brasil

Um estudo recente publicado na revista Avaliação mostra que houve mudanças no perfil dos estudantes de graduação de todo o Brasil ao longo das duas últimas décadas. Uma das principais observações é que a população negra e de baixa renda está tendo mais acesso ao ensino superior, mas de forma mais intensa nos cursos menos concorridos, como pedagogia, história e licenciaturas.

No artigo, o autor explica a teoria de Martin Trow – ex-professor da Universidade de Berkeley – de que um país é considerado como tendo um sistema de educação superior de massas consolidado quando apresenta taxa de ingresso de pelo menos 30% de jovens em idade apropriada. No Brasil, os estudantes da graduação com esse perfil representam apenas 15%.

Fonte: DiCYT.

Leia a matéria na íntegra aqui.

Acesse o estudo completo aqui.